5 dicas importantes
22/02/2016 - 16h35 em Novidades

Você começou a planejar seu casamento e a quantidade de coisa a fazer é assustadora, não é?

Às vezes até pensamos que não vamos conseguir organizar tudo.

Mas, acredite! Nós conseguimos!

O mais importante é manter a calma, se planejar e deixar de lado os detalhes bobos que só te atrapalham.

Por isso, separei para você 5 regras que você precisa seguir ao planejar seu casamento de forma tranquila, divertida e longe de estresse.

REGRA 1 – SEJA REALISTA!

Antes de qualquer coisa, você precisa conversar com seu noivo e familiares para decidirem qual será o formato do casamento.

O tipo de lugar que vocês querem, o estilo, época do ano e número de convidados.

Divida as tarefas e comecem a trabalhar nos primeiros passos da organização.

Mas, durante esse começo já é importante manter sempre um orçamento em mente.

É bem comum ver casais que planejam um momento bem mais caro do que, na realidade, podem pagar. E isso é muito frustrante.

E, pra falar bem a verdade, quem disse que vocês precisam gastar rios e rios de dinheiro com o casamento?

O que tornará esse momento especial e inesquecível é o amor que sentem um pelo outro e não aquele vestido de estilista italiano, o local mais caro da cidade ou o Buffet mais requisitado da região.

Seja realista e focalize o que importa.

REGRA 2- FAÇA UM PLANO

Quando se trata de casamentos as coisas nem sempre saem conforme planejado. Mas, isso não quer dizer que você possa abrir mão de um bom planejamento.

Se imprevistos acontecem mesmo com organização, imagina só sem ela (pode ser um caos).

Faça um plano, crie e cumpra um calendário com tarefas e metas.

Se você colocar um plano em prática correrá menos risco de esquecer algo importante.

REGRA 3 – NÃO SE ENDIVIDE

Mesmo quando definimos um orçamento, sempre vem o desejo de gastar um pouquinho a mais quando alguma coisa diferente aparece.

Mas, se você fizer isso, ao final de todas as contratações vai perceber que precisará se endividar ou abrir mão de coisas bem mais importantes.

Defina seu orçamento e mantenha o controle de todos os gastos, isso com certeza irá poupá-la de estresses desnecessários e problemas financeiros futuros.

DICA:

Uma dica legal é dividir o seu orçamento geral em duas planilhas:

– uma de itens essenciais, com o orçamento X.

– e outra de itens supérfluos, com o orçamento Y.

Nunca retire verba do orçamento de itens essenciais para pagar por itens supérfluos. Mas, se você seguir o controle à risca e sobrar alguma quantia referente aos itens essenciais, pode usar esse valor para contratar algum mimo extra.

Tudo isso sem exceder o limite do orçamento geral.

MAIS UMA DICA:

Nem sempre o fornecedor mais caro será o melhor.

Pesquise, converse com outras noivas, peça por indicações!

Tenho certeza absoluta de que você encontrará trabalhos excelentes sem precisar pagar uma fortuna por eles.

REGRA 4 – SEJA POSITIVO!

Sempre haverá pessoas que colocam defeito em absolutamente tudo. E sempre haverá os que se incomodam com a felicidade dos outros.

Por isso, não desperdice o seu tempo com esse tipo de pessoa e não deixe que a negatividade delas atrapalhe esse período lindo que é o do planejamento.

Além das pessoas negativas, você também precisará contornar alguns contratempos no processo de organização.

Por exemplo: Pra que se irritar (e irritar também a todos ao seu redor) se você não pode pagar por um buquê de orquídeas? Ao invés de se descabelar por isso, pense em outra alternativa tão bonita quanto e pronto, bola pra frente.

Desconsidere os problemas inúteis. Não perca a oportunidade de ter um caminho feliz até o altar.
Mantenha o foco em todas as coisas boas, bonitas e alegres que estão à sua frente.

REGRA 5 – VOCÊ NÃO ESTÁ GORDA DEMAIS!

Não somos celebridades de Hollywood, meninas! Não vivemos em academias, salões de beleza, clínicas de estética, mesas de cirurgia.

E não temos também ninguém por conta de corrigir nossas imperfeições no Photoshop, temos?

Então, não temos nenhuma obrigação de ter a aparência das celebridades.

Não deixe que as revistas e as opiniões das outras pessoas definam quem você é.

Não estou dizendo que sou contra tratamentos estéticos, exercícios físicos ou manter uma boa alimentação.

Se exercitar e comer bem é ter saúde. E os tratamentos de beleza elevam a nossa autoestima, sim!

Não há mal nenhum em querer ficar bonita, pelo contrário, acho que manter a vaidade é vital para qualquer casamento.

Mas, não vale a pena sofrer e viver em função disso.

Aquele homem que está prestes a se casar com você a ama do jeito que você é.

E é assim que você precisa se amar também.

O que você achou das regras acima? Você tem mais alguma dica bacana para dividir conosco?

 

materia retirada do site : http://organizarmeucasamento.com.br

COMENTÁRIOS
Mitos